MUSCULAÇÃO REMÉDIO CONTRA O DIABETE.

0 Flares Filament.io 0 Flares ×

Não é mentira, a um bom tempo essa vem sendo a recomendação para o controle dessa doença e melhor qualidade de vida do paciente. Treinos de MUSCULAÇÃO, isso mesmo não se espante, associados a uma alimentação adequada e exercícios aeróbicos, fazem o efeito do medicamento no controle do açucar do sangue.
Os exercícios contra a resistência passam a ter uma outra conotação, quando o assunto é saúde. Além de realizar um trabalho estético depleta a quantidade de glicose na circulação do sangue, dados esses obtidos pela Universidade do Estado da Louisiana, nos Estados Unidos. Na pesquisa ciêntifica foram separados 262 diabéticos do tipo 2 em dois grupos: um se concentrava nas práticas aeróbicas, como a corrida; já outro aliava os aeróbicos a exercícios anaeróbicos (musculação). Após nove meses, o índice de açúcar dos últimos 90 dias, entre os que adotaram a combinação musculação e aeróbicos, teve uma redução de quase 7% nesses níveis, o dobro em relação ao grupo que só realizou aeróbicos.
“Aparentemente, atividades aeróbicas e resistidas são complementares, porque mexem com mecanismos diferentes no corpo”, ressalta o fisiologista Timothy Church, que assina o estudo. Na hora de tirar um peso do chão, a via utilizada pelo organismo para conseguir energia é diferente da empregada em uma caminhada.

O acúmulo de gordura na região abdominal dificulta a absorção de insulina pela célula, a falta de exercícios prejudica ainda mais essa situação que já é crítica, aumentando os indices de glicose nas artérias. Mais que um corpo esteticamente “ideal”,  fazer exercícios contra resistencia faz com que as células entrem em um estado de maior absorção diminuindo a glicose sanguinea.
Mas a constância faz a diferença, os exercícios devem ser continuos e orientandos por PROFISSIONAIS DE EDUCAÇÃO FÍSICA. O exagero nunca é bem vindo, os níveis de açúcar na atividade física ficam instáveis e em alguns casos, caem drasticamente, gerando hipoglicemia. Em outros, são catapultados. a sobrecarga pode aumentar a presença de hormônios como a adrenalina, que estimulam a descarga de glicose na circulação, sendo mantido por muito tempo pode afetar os vasos sanguineos ocorrendo outras complicações.
O diabético tipo 1 que não produz mais insulina, dependendo de doses diárias da mesma para fazer controle da glicose, também deve praticar atividades físicas regulares. Não que irá ter os mesmos benefícios do diabético tipo 2, mas para melhorar a sua qualidade de vida com um trabalho direcionado.
Sua vida deve ter MAIS SAÚDE, coloque seu corpo no lugar certo!
MUITA ENERGIA, TE VEJO NA ACADEMIA !
Prof. Fabricio Fouraux
Pós-Graduado em Anatômia, biomecânica e Medicina Desportiva.
Mestrado em Bioética.


 

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
0 Flares Google+ 0 Twitter 0 Facebook 0 Filament.io 0 Flares ×

Deixe uma resposta