SPINNING

0 Flares Filament.io 0 Flares ×
Prof. Fabricio Fouraux
Pós-graduado em Anatomia, Biomecânica e Medicina Desportiva.
Mestrado em Aspectos Jurídicos e Bioéticos da Saúde.
O Spinning foi criado pelo ciclista John Goldberg, com o objetivo de procurar novas maneiras de melhorar seu treinamento nas pistas. Ele pegou sua bicicleta ergométrica e remodelou-a para que tivesse as mesmas características de uma bicicleta normal de corrida. Ele começou a dar aulas e rapidamente começou a ganhar seguidores. Johnny G. e seu sócio, John Baudhuin, criaram a Mad Dogg Athletics Inc. e uniram forças com a fábrica Schwinn para desenvolver o SPINNING.
Spinning, bike class ou bike indoor virou uma verdadeira febre entre os freqüentadores de academias de ginástica.  As aulas têm duração de 40-60 minutos, onde são simuladas manobras próprias do ciclismo com planos, subidas, descidas, variações de terreno, jump, running e mix. O exercício aumenta a força dos músculos e melhora o sistema cardiovascular sendo muito o resultado que o spinning vem apresentando, os grandes responsáveis pela popularização da modalidade. Para quem não gosta de ficar na ergometria tradicional da academia essa modalidade é uma boa solução para um treino cardiovascular, é possível queimar até 600 calorias. Mas para que a prática seja segura, é fundamental que se tome alguns cuidados:
Ajustando a bicicletaAntes da aula, são necessários alguns ajustes na bicicleta em que vamos treinar. A altura do selim ideal é a que permite uma leve flexão de joelho cerca de 30 graus quando o pedal está no nível mais baixo. O ajuste horizontal se faz medindo um antebraço do selim para o guidom. Se o selim for muito alto vai estressar a coluna, se estiver muito baixo os joelhos sofrerão as cargas e poderão ser lesados. O Guidon deve ser regulado na mesma altura do selim ou no máximo 10 cm mais alto, permitindo conforto ao tronco e membros superiores nas diversas manobras da aula, se ficar muito baixo, pode sobrecarregar a coluna.
O aluno ao sentar na bicicleta deve observar se os pés estão bem afivelados e se o início do dedão do pé está sobre o eixo do pedal. Pedalar com a ponta dos pés sobrecarrega as panturrilhas (músculos gastrocnêmios) e se o eixo do pedal estiver no meio dos pés a sobrecarga será nos músculos da frente da perna (tibiais anteriores) assim podendo causar tendinites.
Os músculos mais exigidos durante o Spinning são dos membros inferiores. Dentre eles os gastrocnêmios, Ísquiotibiais (posteriores de coxa),Vastos Laterais, Retos Femurais e Glúteo máximo. Os praticantes também fortalecem muito a musculatura da região lombar e abdômen com diversas manobras de sentar e ficar de pé no banco da bicicleta.
Evitando lesões durante as aulas.
·         Pedalar para traz ou Largar a bicicleta no meio da aula;
·         Andar com as mãos apoiadas no banco atrás enquanto joga o tronco para frente com cargas elevadas ou jogar o quadril para frente ao pedalar em pé.
·         Mudar a altura do guidon no meio da aula por algum motivo;
·         A não ser por segurança ou descanso, andar sem resistência alguma, exceto no aquecimento ou volta à calma;
O ritmo e a cadência em uma aula de spinning são de extrema importância, o profissional deve fazer uma avaliação física individual para orientar qual o ritmo ideal do exercício. O ideal seria que o aluno se orientasse pela freqüência cardíaca, é necessário o uso de um aparelho chamado freqüencímetro. Alguns acessórios tornam a aula de spinning mais confortável, como roupa esportiva, calçados, banco gel ou short alcochoado,  uma garrafa d`água e uma toalha de rosto são essenciais para encarar o exercício. Se você quiser se aventurar na prática do spinning, o ideal é começar com uma aula por semana e usar carga mais leve do que a dos praticantes mais experientes, aos poucos ir aumentando a intensidade dos exercícios.
Lembres-se antes de começar qualquer atividade física é importante realizar exames médicos e uma avaliação física, para que os exercícios sejam de intensidade compatível com a sua, proporcionando mais saúde.
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
0 Flares Google+ 0 Twitter 0 Facebook 0 Filament.io 0 Flares ×

Deixe uma resposta