PREPARE-SE PARA O CARNAVAL, CUIDE DE SUA SAÚDE.

0 Flares Filament.io 0 Flares ×
Prof. Fabricio Fouraux
Pós-Graduado em Anatomia, Biomecânica e Medicina Desportiva.
Mestrado em Aspectos Bioéticos e Jurídicos da Saúde.

Preparação física para o carnaval!

Saiba que seguir um bloco de rua caminhando e pulando, além de divertido pode consumir até 600 calorias por hora. Imagine então todos os dias de Carnaval no mesmo ritmo? Dessa forma temos que se preparar para que você não se machuque e volte do feriadão inteiro para continuar a vida.

Aí vão algumas dicas importantes:

1.   Procure dormir no mínimo 8 horas por dia.

2.   Longe dos exercícios há algum tempo? Então vá devagar, faça alongamentos diários para diminuir a sensação de cansaço e dores.

3.   Neste período pratique atividades aeróbicas no inicio do dia e sessão de massagem, hidromassagem ou sauna são aliados para eliminar toxinas do organismo e relaxar.

4. Use roupas leves a fim de diminuir a perda de liquido, desidratando menos o corpo. Manter a hidratação é essencial para energia e diminuir o desgaste muscular.

5.   Use tênis confortável, leve e flexível, sempre com meias para evitar bolhas. As mulheres devem evitar saltos altos para prevenir lesões no tornozelo e dores de coluna.

6.   Descansar entre um bloco e outro pelo menos 1 hora para recompor as energias, aliviar a tensão da musculatura.

7.   Aproveite o último dia do feriado para descansar, desintoxicar o corpo e se preparar para voltar à rotina.

NUTRIÇÃO NO CARNAVAL
O cuidado com alimentação durante o Carnaval pode evitar que os efeitos das bebidas, comidas inadequadas, alto gasto energético, longa exposição ao sol, poucas horas de sono não agridam de forma exagerada o organismo.

Preparação para o Carnaval

A hidratação é fundamental e deve ser feita antes, durante e após a festa para repor todo o líquido perdido de 2 a 3 litros por dia.

Evite alimentos gordurosos e faça uma refeição ou um lanche “reforçado” com alimentos ricos em carboidratos (pão, arroz, batata, mandioca, milho, macarrão) para ter bastante energia na hora da folia.

Durante a festa

Para prevenir a desidratação, consuma muita água, sucos naturais de frutas, água de coco ou até mesmo bebidas isotônicas, que repõem os eletrólitos como sódio, potássio, magnésio e cloro perdidos com a transpiração.

Evite o consumo de alimentos gordurosos, pois são de difícil digestão dando a sensação de estomago pesado e de moleza.

Alimente-se durante a festa não demorando mais que 4 horas entre as refeições. Escolha alimentos leves e que favoreçam uma rápida digestão, como barrinhas de cereais, frutas, inclusive desidratadas ou então sucos. Desta forma, irá repor a energia que o organismo precisa.

Bebidas alcoólicas não são recomendadas, caso consuma, beba com moderação e nunca com o estômago vazio. As bebidas são muito calóricas e aumenta a diurese, o que pode elevar o risco de desidratação. Intercale as bebidas alcoólicas com água e alimentos (sementes oleaginosas: castanhas, amendoim ou azeitonas). A água irá proporcionar a eliminação mais rápida dos metabólicos do álcool.

Durante o Carnaval é comum que os foliões façam sua alimentação na rua. As opções mais comuns e procuradas são também as que exigem mais cuidados.  Aqui vão algumas dicas para evitar os riscos de comer na rua. O calor intenso e manuseio incorreto podem causar doenças graves , sendo que barraquinhas e ambulantes escondem perigos invisíveis. Com o verão, os riscos de infecção aumentam e qualquer comida contaminada por bactérias nocivas pode originar diarréia, vômito, febre, aborto, hepatite e até paralisação respiratória, cardíaca e mental.

A dica é evitar os ingredientes que oferecem riscos. A maionese, por exemplo, se estiver exposta à temperatura ambiente por mais de duas horas pode provocar dor abdominal, diarreia e vômito. Já a alface e o tomate, utilizados nos lanches naturais, acarretam verminoses quando não higienizados corretamente. Atenção também aos frios que permanecerem muito tempo fora de refrigeração adequada. 

Como no meio da folia é complicado checar tudo isso, é preferível optar pelos alimentos de marca e procedência conhecidas, ou pelos cozidos e fritos em altas temperaturas, o que elimina as possíveis bactérias.

Prefira catchup, maionese e mostarda em sachês, são mais higiênicos e não precisam ser conservados na geladeira, evite patês, purês e alimentos com maionese. Lembre-se o calor acelera o processo de deterioração do alimento.

Após o Carnaval

Tenha umas boas “noites” ou “dias” de sono. O ideal é dormir de 6 a 8 horas no mínimo. Consuma alimentos desintoxicante, com muita água, limonada, água de coco, chá verde, sucos e alimentos naturais, pobres em gorduras e carboidratos refinados. Ajudando a eliminar as toxinas que podem ter sido acumuladas no Carnaval de preferência aos alimentos com fontes antioxidantes (vitaminas A, E e C) que diminuem a ação prejudicial do aumento de radicais livres. Exemplo: cenoura, mamão, abóbora, agrião, couve, espinafre e brócolis, óleos vegetais, gérmen de trigo, cereais integrais e os vegetais de folhas verdes, frutas cítricas como laranja, limão, acerola, entre outras. 

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
0 Flares Google+ 0 Twitter 0 Facebook 0 Filament.io 0 Flares ×

Deixe uma resposta